TEMAS

Quais farinhas de bolo usar

Quais farinhas de bolo usar


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Não é verdade que farinha é farinha e hoje em dia os tipos que podemos escolher multiplicam-se. Portanto, é muito provável que alguém se pergunte quais farinhas para bolos usar em cada situação diferente e esta é uma oportunidade para esclarecer as várias características das farinhas. Com algumas dicas culinárias finais.

Que farinhas para bolos usar: trigo mole

Vamos começar com o que todos provavelmente sabemos e pensamos que é um e indivisível. Mas não, temos que fazer alguns esclarecimentos. Tem farinha Tipo 00, Tipo 0, Tipo 1 e Tipo 2, e depois o do trigo mole e integral. Este último é obtido pela moagem do grão de trigo integral e geralmente é usado para preparar pão integral. Por um lado, esse processo torna a farinha rica em fibras, sais minerais como o ferro, cálcio, potássio e fósforo e vitaminas, mas ao mesmo tempo confere-lhe uma textura mais granulada e também uma cor escura que é característica.

Vamos ver os outros tipos de farinha de trigo mole. O tipo 00 é o mais valioso e, portanto, reservado para ocasiões especiais, na cozinha, como para a preparação de massas frescas e bechamel, ou para sobremesas assadas. É mais branco e mais valioso que os outros porque é feito apenas com o miolo do trigo, logo é óbvio que tem um percentual de extração muito baixo, tem muitos amidos mas contém sais minerais, vitaminas e pouca proteína. O tipo 0 não é igual a 00, mas sem dúvida é uma farinha fina, usada principalmente para fazer pão e macarrão. É extraído da camada mais externa do grão de trigo, por isso tem pouca proteína, mas muitos amidos.

Chegamos ao Tipo 1 e Tipo 2, que ainda encontramos em pão, às vezes, mas também para sanduíches, pizzas e focaccias. Essas farinhas não são refinadas e contêm muito farelo.

Que farinha para sobremesas usar: tipos

Além da farinha de Trigo há também o do trigo duro, que é extraído da sêmola. Possui uma cor mais âmbar e uma textura granulada. É difícil encontrar esta farinha utilizada no preparo de massas para massas, pães ou sobremesas porque é difícil de trabalhar e estender. Melhor usá-lo para preparar macarrão, macarrão seco e semolina.

Vamos dar uma olhada agora nas farinhas que, em vez disso, podemos amassar facilmente e que podemos pensar em substituir as do trigo mole.

A farinha de arroz pode ser adequada para biscoitos, bolachas, bolachas. Os celíacos adoram porque podem comê-lo e, portanto, desfrutar de bons produtos, com todas as propriedades nutricionais do arroz. A farinha Kamut deriva do trigo Khorasan e é usada para fazer pão e massa. Além de proteínas, também contém lipídios e minerais como magnésio, zinco e selênio.

Vamos passar para outras farinhas como a de Milho e aquele de Soja. O primeiro é usado principalmente para a polenta. Sempre de milho também podemos obterAmido de milho, um ingrediente que em molhos ou cremes é usado para dar consistência, enquanto em sobremesas para dar maciez. Esta farinha também é isenta de glúten, não contém muitas proteínas mas, por outro lado, é muito rica em fibras e sobretudo em vitamina A e vitaminas B. farinha de soja pode ser usado para biscoitos e bolos, mas também para pães e panquecas. Em alguns casos, está associado à farinha de trigo na mesma massa. Uma característica importante que muitos diabéticos sabem é que a farinha de soja tem um dos índices glicêmicos mais baixos, também contém poucos amidos, por isso também é digerível.

Que farinhas de bolo usar: castanhas

Mesmo do fruta seca podemos obter farinhas especiais, com amêndoas, castanhas, coco. Na maioria dos casos são usados ​​para fazer sobremesas. Para entender melhor seu potencial, vamos ver como podemos usar o das castanhas. No passado, era amplamente utilizado, destinava-se a ser um alimento básico, em vez da farinha de trigo. Agora desapareceu um pouco das nossas mesas mas podemos recuperar.

Se estivermos preparando massa fresca, podemos misturá-la com farinha de trigo mole ou sêmola de trigo duro ou preparar nhoque de batata e Farinha de castanha. Para nhoques sem glúten para celíacos, podemos combinar a farinha de castanha com uma farinha “branca” específica para celíacos. Mas vamos passar às sobremesas que são o tema do artigo. Com farinha de castanha podemos preparar diversos bolos e também o famoso Castagnaccio.

Quando fazemos um bolo com esta farinha temos que equilibrar os vários ingredientes para que o bolo não molhe, pois retém muita umidade. Eles certamente vêm com castanhas bolos mais macios, o mesmo vale para muffins e plumcakes.

Para fazer o Castagnaccio, existe a receita de propósito. Você precisa de 300 g de farinha de castanha, 50 g de pinhão e 50 g de passas. Podemos misturar os ingredientes com uma colher e adicionar água apenas o suficiente até que a mistura fique lisa e homogênea. Quem preferir um Castagnaccio mais rico pode adicionar frutas secas, gotas de chocolate ou açúcar de cana integral. A massa deve ser levada ao forno a 180 ° por 40 minutos.


Vídeo: BOLO MOLHADINHO Fácil e Delicioso - Sem Trigo, Sem Leite e Sem Manteiga - Vai amar! (Pode 2022).